• Marcos H. Salles

15 atividades para a reta final da pré-campanha

A propaganda eleitoral, inclusive pela internet, é permitida a partir de 27 de setembro. Há, porém, muitas atividades que os pré-candidatos que irão disputar os cargos de vereador e prefeito podem fazer até lá.


Abaixo, listamos algumas:


1. Programe e faça o lançamento da campanha

Aproveite para captar dados de pessoas presentes (online ou offline) e para mostrar força política através de pessoas convidadas.

2. Grave e edite vídeos comentando o cenário político nacional e local, de preferência diariamente E o Boletim BaseLab te ajuda com isso no nível! Mande um "oi" para nosso número e receba o material todas as manhãs. É gratuito.

3. Reuniões com amigos, amigos de amigos e voluntários para crescer organicamente a rede

Alguns chamam de "Estratégia Hinode", em referência à tática do marketing multinível de marcar reuniões. Pense: se cada voluntário levar duas pessoas para a campanha, e essas duas pessoas levarem, cada uma, mais duas... você terá uma boa rede de apoiadores.


4. Contato contínuo com doadores

Eles podem trazer mais doadores, voluntários e divulgar seus materiais. Todo doador é um multiplicador em potencial.

5. Trabalho estratégico nas mídias sociais

Nunca deixe comentários sem resposta, engaje as pessoas, converse, pegue contatos e leve essas pessoas para o WhatsApp. Nas redes, o momento é de focar na presença digital (interação, seguir pessoas, curtir posts). Aqui no blog temos algumas dicas para utilizar o WhatsApp Business, Twitter e até ideias de como usar o TikTok.


A distribuição de materiais em grupos fechados também pode ajudar. Portanto, pense em bons conteúdos para comunidades de WhatsApp e Facebook que possam se interessar pelas ideias da candidatura. Também distribua material bruto para alguns apoiadores mais próximos no intuito de descentralizar o tráfego.


6. Produção de conteúdo técnico e sobre as bandeiras/território para chamar atenção do público Assim, o candidato se mostra conhecedor das problemáticas defendidas.


7. Melhoria dos fluxos de trabalho entre a equipe

"Gestão" não precisa ser um palavrão. Cumprimento de prazos, qualidade das entregas, verificar se fluxos de trabalho estão funcionando e onde será necessário alocar recursos ou desburocratizar processos é uma tarefa que pode facilitar a vida de todos envolvidos na campanha eleitoral.


8. Preparação das propostas de mandato envolvendo militantes e referências da área

Colaboração e conhecimentos técnicos nunca são demais. Por isso, temos uma tabela gratuita que te ajuda nisso: Construção de Plano de Mandato.


9. Orçamento e cotações em gráficas para todos os materiais de campanha

Não deixe para a última hora. Encontrar bons preços, às vezes, demanda algumas ligações e um trabalho de negociação.

10. Planejamento e produção da comunicação das pautas frias durante os 45 dias de campanha

Assuntos do momento devem ser abordados diariamente pelo candidato, mas ter materiais atemporais ajuda e muito a manter uma conversa nas redes. Apresentação do histórico pessoal, propostas, posicionamento, abordar no que acredita, materiais para WhatsApp, roteiro e gravação de vídeos são alguns dos exemplos do que pode ser feito. 11. Deixe o máximo de coisas prontas Deste modo, você, como candidato, poderá ocupar o tempo em contato com o público no período eleitoral.


12. Atração e treinamento de voluntários e mobilizadores

Que tal oferecer uma curta formação aos que acreditam no seu trabalho e potencial? Treine bem sobre a campanha, sobre as atividades esperadas por eles e também a respeito do seu programa.


13. Criar estratégias de captação de contatos

Isso pode ser feito através de abaixo-assinados, ações de mobilização, enquetes, formulários, pesquisas e até mesmo convites.


14. Responda às interações nas mídias sociais com o objetivo de captar contatos

Lembre-se: Levar para o WhatsApp deve ser sempre a meta. Lá, é possível ter uma conversa mais intimista e entender um pouco mais sobre os anseios do eleitor em potencial.


15. Faça reunião com militantes, comícios domésticos e online

Engaje seus apoiadores. Seja uma liderança presente e exemplar para quem está te apoiando. Para isso, pode ser necessário ajustar a estratégia de mobilização física conforme as principais áreas de força do candidato (onde cresceu, onde há lideranças parceiras, onde desenvolveu trabalhos, onde há mais seguidores mapeados, onde seu nicho está, por exemplo).


Dica bônus: Aposte também na ativação da lista de transmissão segmentada. A função disponibilizada pelo WhatsApp ajuda a pegar percepção do público.


Mais uma dica bônus: O que dá voto é história, proposta e posicionamento! Sempre com foco nas emoções do público.

Contato

Quero contratar a Base.Lab, como eu faço? Sabemos que essa é uma grande questão depois que vocês conhecem nossos serviços. Não se aflija, basta deixar o seu contato abaixo que iremos tirar todas as suas dúvidas.

Contagem para as Eleições 2020