O que aprendi na campanha eleitoral de 2018 e que estou aproveitando em 2020

Atualizado: 4 de Nov de 2020

Por Paulo Loiola, diretamente do LinkedIn:


Mulher preta, feminista, periférica, na luta antirracista e pela primeira infância, Thais Ferreira recebeu 24.759 votos logo em sua primeira disputa eleitoral. Isso foi em 2018, época que tive a honra de trabalhar de forma voluntária como coordenador de marketing e estratégia da candidatura dela para a Alerj - Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. Esses votos não garantiram um mandato, é verdade, mas foram suficientes para Thais ganhar a vaga de primeira suplente do Psol e cativar muita gente, principalmente em locais onde o voto no partido não era forte: os subúrbios do Rio de Janeiro.