• Nossa Base

Oportunidades e barreiras para atuar com assessoria parlamentar

Por Ahmad Semi Osman Em qualquer organização, selecionar bons profissionais é visto como um passo necessário para que os objetivos inicialmente traçados sejam alcançados. Empresas investem e competem pelos perfis mais compatíveis com suas posições e pelos melhores meios de realizar os seus processos de seleção.


Na política, o cenário não deveria ser diferente… mas é. Cada político eleito para um cargo legislativo, seja em Câmaras Municipais, Assembleias Legislativas ou no Congresso Federal, possui a responsabilidade de contratar seus assessores parlamentares utilizando a verba de gabinete, recurso disponibilizado por todas as casas legislativas a cada um dos eleitos. Eu diria que não se trata apenas de uma responsabilidade, mas de um dever.


O político possui as funções de legislar, fiscalizar e controlar o Poder Executivo. Estas atribuições são essenciais para o funcionamento de uma democracia, e não poderiam ser realizadas sem o apoio de seus assessores parlamentares. Esta é a importância e o impacto que possui um trabalho como assessor parlamentar; você passa a ser peça fundamental para que as funções tão primordiais do Legislativo sejam realizadas e comunicadas para a população com eficácia.


Cientes disto, muitas pessoas se interessam em trabalhar com política, mas encontram diversas barreiras no caminho. Os assessores parlamentares são cargos de livre nomeação, ou seja, não precisam de concurso público ou de qualquer edital com critérios objetivos, pois as contratações são realizadas via indicação. Este cenário favorece a formação de equipes com pessoas próximas ou já conhecidas pelos parlamentares, ou mesmo de pessoas da própria estrutura ou coligação partidária do candidato eleito.


Isto é uma realidade que encontramos em todas as esferas legislativas pelo país, mas não desanime. Este cenário já foi pior, e atualmente a importância da seleção de profissionais para os cargos de assessoria parlamentar tem crescido. É promissor o cenário para as próximas décadas, e para que esta mudança realmente se concretize, a sua atuação agora possui muita importância.


Caso tenha interesse em trabalhar com política, é muito importante que você se capacite e procure conhecer a realidade legislativa. Organizações como o Politize!, por exemplo, têm desempenhado um importante papel cívico neste sentido, oferecendo ótimas formações na área. Outro caminho interessante é procurar atuar como voluntário durante o mandato ou mesmo na campanha eleitoral de determinada candidatura, preferencialmente com uma proximidade ideológica da sua. Estas alternativas não são garantias de que você irá conseguir trabalhar como assessor parlamentar, mas com certeza irão te abrir portas e dar conhecimentos e experiências úteis para futuras oportunidades. Por fim, há organizações como o Legisla Brasil que já realizam um importante trabalho selecionando profissionais que desejam atuar com política e os alocando em gabinetes parlamentares. Vale a pena conhecer esta organização e ficar atento às datas de seus processos seletivos.


Trabalhar com política é algo que, como vimos, possui suas barreiras de acesso. Entretanto, este cenário está se alterando, e o engajamento da atual geração nesta causa será fundamental para que as mudanças se concretizem e mais e diferentes pessoas possam desempenhar estas funções tão primordiais para nossa democracia.


Ahmad Semi Osman é administrador público e faz parte do Nossa Base, um projeto BaseLab para capacitação de profissionais que atuam em campanhas eleitorais.

Sobre Nossa Base

É a primeira rede brasileira de profissionais eleitorais progressistas espalhados pelo Brasil.


93 visualizações

Contato

Quero contratar a Base.Lab, como eu faço? Sabemos que essa é uma grande questão depois que vocês conhecem nossos serviços. Não se aflija, basta deixar o seu contato abaixo que iremos tirar todas as suas dúvidas.

Contagem para as Eleições 2020