Por mais representatividade feminina em tempos de pandemia


Por Vanessa Érika Menezes Os efeitos sociais, econômicos e de saúde da Covid-19 estão afetando desproporcionalmente as mulheres. Sobrecarga no trabalho doméstico, exposição a violência e vulnerabilidade econômica são aspectos potencializados pelo isolamento social que indicam a desigualdade de gênero.


A situação, que já era preocupante , tende a prejudicar mais mulheres com o fim do auxílio emergencial e sem nenhum outro projeto de benefício social do governo com data confirmada.


Muitas mulheres que não tem com quem deixar os seus filhos durante a pandemia, acabam por largar os seus empregos, para assumir papéis que lhes são impostos pela sociedade patriarcal.