A luta pelo voto e a importância de se votar em mulheres em 2020

Por Débora Sadde


Se voto não fosse poder, não teria sido negado às mulheres, negros e pobres ao longo da nossa história. Pense em quantas pessoas lutaram por esse direito. No dia 3 de novembro, comemoramos a instituição do direito ao voto das mulheres no Brasil. Nesta data, em 1930, foi oficializada a instituição do voto feminino no país, porém apenas em 1932, com o Código Eleitoral Brasileiro, foi finalizado esse processo.


Ainda assim, havia muitas restrições, apenas mulheres casadas e com a autorização do marido, solteiras com renda própria ou viúvas foram autorizadas a votar, o que restringia, e muito, a participação. Só em 1934, com a consolidação desse direito na nova Constituição, o voto se tornou amplo e irrestrito para todas as mulheres brasileiras.


Nomes como Bertha Lutz, Maria Lacerda de Moura, Leolinda Daltro, Nísia Floresta, entre outros, foram fundamentais para a conquista do voto feminino após muitos anos de lutas e debates. Agora, estamo